sábado, 7 de novembro de 2020

Quem é Deus?

 









QUEM É DEUS?

Por experiência pessoal esta resposta pode ser muito complexa ou muito simples...

Você pode simplesmente dizer que Deus é o alfa e o ômega (início e fim), é o criador de todas as coisas, do céu e de seus fundamentos da terra e de tudo o que nela há...não nasceu, não morreu, mas é eterno. Deus é trino, pai, filho e espírito, tudo vê, tudo sabe, é amor, mas também é justiça.

Deus é aquele que bate à porta para entrar na casa (vida) de alguém, Ele não faz bagunça e nunca desampara aquele que o busca, Ele nos ama tanto que deu seu único filho pra morrer na cruz pela remissão dos nossos pecados.

E olha que incrível... se convidado irá conosco para as entrevistas de emprego, para as provas da faculdade, para a lanchonete para a fila do banco,

estará conosco todos os dias de nossas vidas.., por tudo isso digo simplesmente que Deus é AMOR.

Ou estudando mais profundamente você pode perder(ganhando) muito tempo da vida explorando a bíblia e explicando de fato quem é Deus.

Quem é Deus? - O fato

O fato da existência de Deus é tão visível, tanto através da criação quanto através da consciência do homem, que a Bíblia chama o ateu de "tolo" (Salmo 14:1). Assim, a Bíblia nunca tenta provar a existência de Deus, antes, ela supõe a Sua existência desde o início (Gênesis 1:1). O que a Bíblia faz é revelar a natureza, o caráter e a obra de Deus.

Quem é Deus? – A Definição

Pensar corretamente sobre Deus é de extrema importância porque uma falsa ideia sobre Deus é idolatria. Em Salmo 50:21, Deus reprova o ímpio com esta acusação: "Você pensa que eu sou como você?" Para começar, uma boa e resumida definição de Deus é "o Ser Supremo, o Criador e Regente de tudo o que existe; o Ser autoexistente que é perfeito em poder, bondade e sabedoria."

Quem é Deus? - Sua Natureza

Sabemos que certas coisas acerca de Deus são verdadeiras por uma razão: em Sua misericórdia Ele condescendeu a revelar algumas de Suas qualidades para nós. Deus é espírito, intangível por natureza (João 4:24). Deus é Um, mas existe como três pessoas: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo (Mateus 3:16-17). Deus é infinito (1 Timóteo 1:17), incomparável (2 Samuel 7:22) e imutável (Malaquias 3:6). Deus existe em todos os lugares (Salmos 139:7-12), sabe tudo (Mateus 11:21) e tem todo o poder e autoridade (Efésios 1; Apocalipse 19:6).

Quem é Deus? – Seu Caráter

Aqui estão algumas das características de Deus como reveladas na Bíblia: Deus é justo (Atos 17:31), amoroso (Efésios 2:4-5), verdadeiro (João 14:6) e santo (1 João 1:5). Deus mostra compaixão (2 Coríntios 1:3), misericórdia (Romanos 9:15) e graça (Romanos 5:17). Deus julga o pecado (Salmos 5:5), mas também oferece o perdão (Salmos 130:4).

Quem é Deus? - Sua Obra

Não podemos compreender Deus longe de suas obras porque o que Deus faz flui de quem Ele é. Aqui está uma lista resumida das obras de Deus, passadas, presentes e futuras: Deus criou o mundo (Gênesis 1:1, Isaías 42:5); Ele ativamente sustenta o mundo (Colossenses 1:17); Ele está executando o Seu plano eterno (Efésios 1:11) que envolve a redenção do homem da maldição do pecado e da morte (Gálatas 3:13-14); Ele atrai as pessoas para Cristo (João 6:44); Ele disciplina os Seus filhos (Hebreus 12:6) e Ele julgará o mundo (Apocalipse 20:11-15).

Quem é Deus? - Um Relacionamento com Ele

Na pessoa do Filho, Deus se encarnou (João 1:14). O Filho de Deus se tornou o Filho do homem e é, portanto, a "ponte" entre Deus e o homem (João 14:6, 1 Timóteo 2:5). É somente através do Filho que podemos ter o perdão dos pecados (Efésios 1:7), a reconciliação com Deus (João 15:15, Romanos 5:10) e a salvação eterna (2 Timóteo 2:10). Em Jesus Cristo, "habita corporalmente toda a plenitude da divindade" (Colossenses 2:9). Assim, para saber realmente quem é Deus, tudo que temos que fazer é olhar para Jesus.

Universalidade da Bíblia

Pb. João Placoná


domingo, 25 de outubro de 2020

A história de Maria, mãe de Jesus.

 










A história de Maria, mãe de Jesus.

Maria, mãe de Jesus, foi a mulher escolhida soberanamente por Deus pela qual nosso Senhor e Salvador veio ao mundo. Ela também é conhecida como Maria de Nazaré. Pouco se sabe sobre quem foi Maria, mãe de Jesus, especialmente com respeito a detalhes biográficos, nem o nome dos pais de Maria são mencionados. Mas a história de Maria, conforme narrada nos Evangelhos, já é suficiente para entendermos a importância dessa mulher.

Maria era uma jovem virgem que vivia em Nazaré da Galileia. Ela era noiva de um carpinteiro chamado José (Lucas 1:26s). Assim como José, é amplamente aceito que Maria era da linhagem de Davi.

A história da jovem virgem Maria

Mateus interpreta que Maria era a virgem da qual profetizou o profeta Isaías (Mateus 1:23; cf. Isaías 7:14). Embora essa profecia seja alvo de muitos debates teológicos, é inegável que seu cumprimento pleno se deu no nascimento de Jesus Cristo. Portanto, a virgem de quem falou Isaías é Maria; e seu filho, o Emanuel, é Jesus.

Maria, mãe de Jesus, deve ser distinguida de outras mulheres que são citadas no Novo Testamento com esse mesmo nome. Algumas dessas mulheres foram: Maria, mãe de João Marcos (At 12:12); Maria de Betânia (Lucas 10:42; João 11:1); a mãe de Tiago e José (Mateus 27:61); e Maria Madalena (Lucas 8:2).

Maria é mencionada nas passagens bíblicas que fazem referência a infância e juventude de Jesus (Mateus 1:18-25; 2:11-21; Lucas 1:26-56; 2:1-51). Depois, ela também é mencionada direta e indiretamente em outras referências neotestamentária (Mateus 12:46-50; João 2:1-11; 19:25-27; Atos 1:12-14; Gálatas 4:4).

Maria recebe a visita de um Anjo

O mesmo anjo, Gabriel, que havia predito o nascimento do profeta João Batista, também foi enviado a Nazaré para predizer o nascimento de Jesus. Naquela pequena aldeia da Galileia, vivia Maria de Nazaré. Ela era uma virgem prometida em casamento a um homem que vivia na mesma aldeia.

É interessante que a cidade de Nazaré não é mencionada uma única vez no Antigo Testamento, de modo que aquele pequeno vilarejo era visto até mesmo com desdém por alguns (João 1:46). Mas nos planos soberanos de Deus havia ali uma virgem a qual traria ao mundo a concretização da promessa da encarnação do Salvador.

Em sua visita, Gabriel saudou Maria como uma mulher agraciada. Sua salvação significava simplesmente que ela era a destinatária do favor de Deus, escolhida para ser a mãe de Jesus (Lucas 1:28). Diante de tal saudação, ela demonstrou temor e perplexidade (Lucas 1:28).

O anjo então tranquilizou Maria. Ele lhe assegurou que ela havia achado graça diante de Deus, e lhe anunciou que ela ficaria grávida e daria a luz ao “filho do Altíssimo” (Lucas 1:30-33). Ao ouvir tais palavras, Maria pediu uma explicação ao anjo. Ela não entendia como isso seria possível, já que ainda não havia conhecido homem algum (Lucas 1:34).

Gabriel lhe explicou que sua concepção resultaria de uma ação divina e não humana. Portanto, o próprio Espírito Santo produziria em seu ventre esse milagre extraordinário (Lucas 1:35-37). Diante da explicação dada pelo anjo, Maria prontamente se mostrou humilde e sinceramente rendida a tamanha dignidade que soberanamente Deus havia-lhe concedido ao escolhê-la (Lucas 1:38).

No período em que ficou grávida, Maria já estava desposada legalmente com José. O casal estava aguardando apenas a festa de núpcias e o início da vida em comum. Foi por isso que José teve dificuldade em aceitar a repentina gravidez de Maria.

Foi preciso que um anjo do Senhor lhe aparecesse em sonho para explicar-lhe o que de fato havia acontecido (Mateus 1:19,20). Após ter sido confortado e encorajado pelo anjo, José não hesitou em assumir Maria e a recebê-la como sua esposa (Mateus 1:21).

Maria dá à luz a Jesus

Maria deu à luz a Jesus em Belém. Naquela ocasião ela estava acompanhando seu esposo, José, o qual havia ido até Belém a fim de cumprir o alistamento decretado por César Augusto em todo Império Romano (Lucas 2:1-5).

Essa viagem certamente foi muito exaustiva para Maria, considerando que eles percorreram uma distância aproximada de 140 quilômetros. Provavelmente devido ao senso que estava ocorrendo, o casal não encontrou vaga na estalagem. Isso deve ter ocorrido porque certamente havia muitos oficiais e soldados romanos hospedados na cidade. Então José e Maria abrigaram-se no estábulo que talvez ficasse numa gruta. Foi ali que Maria deu à luz a Jesus Cristo.

A vida de Maria após o nascimento de Jesus

São poucos os detalhes sobre a história de Maria após o nascimento de Jesus. Sabe-se que sua família viveu em Nazaré, com exceção do tempo em que passaram no Egito se refugiando da ira de Herodes.

Sobre a infância de Jesus, a Bíblia nos informa apenas sobre o episódio em que Ele, já com doze anos, ficou em Jerusalém após a celebração da Páscoa. Quando perceberam que Jesus não estava com eles, José e Maria voltaram a Jerusalém e o encontraram no Templo entre os doutores.

Maria foi quem expressou toda sua preocupação. Ela questionou Jesus sobre o porquê de Ele ter feito aquilo. Como resposta, ela escutou dele as conhecidas palavras: “Não sabeis que me convém tratar dos negócios de meu Pai?” (Lucas 2:49).

Maria durante o ministério de Jesus

Pouquíssimas vezes Maria é citada durante o ministério de Jesus. Provavelmente ela não o acompanhava em suas viagens missionárias, pelo menos não frequentemente. No entanto, ela esteve presente no primeiro milagre de Jesus registrado nos Evangelhos, quando Ele transformou água em vinho em um casamento celebrado em Caná (João 2:1s).

Mais tarde, em outra ocasião, Maria e os irmãos de Jesus foram lhe chamar. Ao ser comunicado disso, Jesus enfatizou que a fidelidade espiritual está acima dos laços familiares. Então Ele olhou para a multidão e disse: “Eis aqui minha mãe e meus irmãos. Porquanto, qualquer que fizer a vontade de Deus, esse é meu irmão, e minha irmã, e minha mãe” (Marcos 3:34,35).

Depois disso, Maria, mãe de Jesus, aparece novamente no texto bíblico já no relato da crucificação. Ela ficou aos pés da cruz onde Cristo estava, e foi amorosamente recomendada ao apóstolo João pelo Senhor Jesus (João 19:25-27). Essa recomendação foi uma das sete frases ditas por Jesus na cruz, e demonstrou a humanidade de Jesus e sua preocupação por sua querida mãe naquela hora de agonia.

Fora dos Evangelhos, Maria é citada nominalmente apenas no livro de Atos dos Apóstolos. O livro de Atos conta que a mãe de Jesus estava juntamente com os discípulos perseverando “unânimes em oração” (Atos 1:14).

Maria, mãe de Jesus, teve outros filhos?

A Bíblia oferece algumas evidências de que Maria, mãe de Jesus, teve outros filhos após seu nascimento. A Bíblia afirma categoricamente que ela permaneceu virgem até dar à luz a Jesus. No entanto, a Bíblia não menciona nada a respeito de ela ter permanecido nessa condição após o nascimento de Jesus (Mateus 1:24,25).

No Evangelho de Lucas é dito que Jesus foi o primogênito de Maria (Lucas 2:7). É verdade que apenas essa passagem não é suficiente para se provar que Jesus teve irmãos uterinos. Mas o Novo Testamento também menciona em outras passagens os irmãos e irmãs de Jesus. Portanto, a harmonia de tais passagens parece se tornar conclusiva (Mateus 12:46,47; Marcos 3:31,32; 6:32; Lucas 8:19,20; João 2:12; 7:3,5,10; Atos 1:14).

Além disso, defender que os irmãos de Jesus citados no Novo Testamento são apenas filhos de José, é inferir algo que não está no texto. Também o argumento de que os irmãos citados na verdade eram seus primos, não se sustenta à luz do idioma grego, o qual foi escrito o Novo Testamento.

A morte de Maria, mãe de Jesus

A Bíblia não fala nada a respeito da morte de Maria, mãe de Jesus. No entanto, desde os tempos mais antigos da Igreja Cristã, surgiu-se uma tradição acerca de sua suposta ascensão ao céu.

Na verdade, essa tradição se divide em duas posições diferentes. A primeira defende a ascensão de Maria, mãe de Jesus, ainda em vida. A segunda defende a ascensão de seu corpo após a morte. Novamente vale reforçar que isso se trata apenas de uma tradição, ou seja, não é uma doutrina fundamentada nas Escrituras.

Em 1950, o Papa Pio XII promulgou esse dogma na Igreja Católica. No entanto, sua bula não é exatamente conclusiva para apontar qual das duas vertentes foi realmente adotada pela teologia católica.

Maria, mãe de Jesus, deve ser adorada?

Obviamente Maria, mãe de Jesus, não deve ser adorada. Nossa adoração deve ser direcionada apenas a Deus (Êxodo 20:2-5; Lucas 4:8). Também vale dizer que não há qualquer base bíblica para defender que Maria ocupa uma posição de destaque ao lado de Jesus, como um tipo de intercessora. Segundo a Bíblia, o próprio Cristo é o único mediador entre Deus e o homem (1 Timóteo 2:5,6).

Além disso, a Bíblia é bastante clara em dizer que todos os seres humanos pecaram e carecem da graça de Deus (Romanos 3:23; Efésios 2:8). Nesse caso Maria não é uma exceção, ou seja, biblicamente a doutrina da impecabilidade de Maria não faz qualquer sentido. Portanto, dizer que Maria, mãe de Jesus, nasceu sem estar contaminada pelo pecado original, é ir além do que as Escrituras dizem.

A Bíblia testemunha apenas sobre Um que nunca pecou, a saber, Jesus Cristo, sobre o qual o escritor do livro de Hebreus enfatizou que Ele “foi tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado” (Hebreus 4:15; cf. 7:26). O mesmo também foi dito pelo apóstolo Pedro, ao escrever que Ele não cometeu pecado (1 Pedro 2:21-25).

Apesar disso, vale dizer que Maria, mãe de Jesus, deve ser muito respeitada. Ela foi uma mulher bem-aventurada e digna de ser imitada, pelo seu exemplo de humildade, fidelidade e abnegação diante dos planos de Deus.

Infelizmente algumas pessoas, na tentativa de reprimir os erros da teologia católica, acabam igualmente errando de forma inversa. Elas menosprezam e subestimam completamente a mulher a quem Deus escolheu soberanamente para receber a incalculável honra de dar à luz a Jesus Cristo.

Daniel Conegero

Pb. João Placoná


quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Pai Nosso Meditado

 









Acompanhe o desenrolar deste Pai Nosso, muito esclarecedor!

CRISTÃO: Pai nosso que estais no céu...

DEUS: Sim? Estou aqui.

CRISTÃO: Por favor, não me interrompa, estou rezando!

DEUS: Mas você me chamou!

CRISTÃO: Chamei? Eu não chamei ninguém. Estou rezando. Pai nosso que estais no céu...

DEUS: Aí, você chamou de novo.

CRISTÃO: Fiz o que?

DEUS: Me chamou. Você disse: Pai nosso que estais no céu. Estou aqui. Como é que posso ajudá-lo?

CRISTÃO: Mas eu não quis dizer isso. É que estou rezando. Rezo o Pai Nosso todos os dias, me sinto bem rezando assim. É como se fosse um dever. E não me sinto bem até cumpri-lo...

DEUS: Mas como podes dizer Pai Nosso, sem lembrar que todos são seus irmãos, como podes dizer que estais no céu, se você não sabe que o céu é a paz, que o céu é amor a todos?

CRISTÃO: É, realmente ainda não havia pensado nisso.

DEUS: Mas, prossiga sua oração.

CRISTÃO: Santificado seja o Vosso nome...

DEUS: Espere aí! O que você quer dizer com isso?

CRISTÃO: Quero dizer... quer dizer, é... sei lá o que significa. Como é que vou saber? Faz parte da oração, só isso!

DEUS: Santificado significa digno de respeito, Santo, Sagrado.

CRISTÃO: Agora entendi. Mas nunca havia pensado no sentido dessa palavra

SANTIFICADO ... "Venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu..."

DEUS: Está falando sério?

CRISTÃO: Claro! Porque não?

DEUS: E o que você faz para que isso aconteça?

CRISTÃO: O que faço? Nada! É que faz parte da oração, além disso seria bom que o Senhor tivesse um controle de tudo o que acontecesse no céu e na terra também.

DEUS: Tenho controle sobre você?

CRISTÃO: Bem, eu frequento a igreja!

DEUS: Não foi isso que Eu perguntei. Que tal o jeito que você trata os seus irmãos, a maneira com que você gasta o seu dinheiro, o muito tempo que você dá à televisão, as propagandas que você corre atrás, e o pouco tempo que você dedica à Mim?

CRISTÃO: Por favor. Pare de criticar!

DEUS: Desculpe. Pensei que você estava pedindo para que fosse feita a minha vontade. Se isso for acontecer tem que ser com aqueles que rezam, mas que aceitam a minha vontade, o frio, o sol, a chuva, a natureza, a comunidade.

CRISTÃO: Está certo, tens razão. Acho que nunca aceito a sua vontade, pois reclamo de tudo: se manda chuva, peço sol, se manda o sol reclamo do calor, se manda frio, continuo reclamando, se estou doente peço saúde, não cuido dela, deixo de me alimentar ou como muito...

DEUS: Ótimo reconhecer tudo isso. Vamos trabalhar juntos eu e você, mas olha, vamos ter vitórias e derrotas. Eu estou gostando dessa nova atitude sua.

CRISTÃO: Olha Senhor, preciso terminar agora. Esta oração está demorando muito mais do que costuma ser. Vou continuar: "o pão nosso de cada dia nos daí hoje..."

DEUS: Pare aí! Você está me pedindo pão material? Não só de pão vive o homem, mas também da minha palavra. Quando me pedires o pão, lembre-se daqueles que nem conhecem pão. Pode pedir-me o que quiser, desde que me veja como um Pai Amoroso! Eu estou interessado na próxima parte de sua oração. Continue!

CRISTÃO: "Perdoai as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido"

DEUS: E o seu irmão desprezado?

CRISTÃO: Está vendo? Olhe Senhor, ele já criticou várias vezes e não era verdade o que dizia. Agora não consigo perdoar. Preciso me vingar.

DEUS: Mas, e sua oração? O que quer dizer sua oração? Você me chamou, e eu estou aqui, quero que saias daqui transfigurado, estou gostando de você ser honesto. Mas não é bom carregar o peso da ira dentro de você, não acha?

CRISTÃO: Acho que iria me sentir melhor se me vingasse!

DEUS: Não vai não! Vai se sentir pior. A vingança não é tão doce quanto parece. Pense na tristeza que me causaria, pense na sua tristeza agora. Eu posso mudar tudo para você. Basta você querer.

CRISTÃO: Pode? Mas como?

DEUS: Perdoe seu irmão, Eu perdoarei você e te aliviarei

CRISTÃO: Mas Senhor, eu não posso perdoá-lo.

DEUS: Então não me peças perdão também!

CRISTÃO: Mais uma vez está certo! Mais do que quero vingar-me, quero a paz com o Senhor. Está bem, está bem; eu perdoo a todos, mas ajude-me Senhor. Mostre-me o caminho certo para mim e meus inimigos.

DEUS: Isto que você pede é maravilhoso, estou muito feliz com você. E você como está se sentindo?

CRISTÃO: Bem, muito bem mesmo! Para falar a verdade, nunca havia me sentido assim! É tão bom falar com Deus.

DEUS: Ainda não terminamos a oração. Prossiga...

CRISTÃO: "E não deixeis cair em tentações, mas livrai-nos do mal..."

DEUS: Ótimo, vou fazer justamente isso, mas não se ponha em situações onde possa ser tentado.

CRISTÃO: O que quer dizer com isso?

DEUS: Deixe de andar na companhia de pessoas que o levam a participar de coisas sujas, intrigas, fofocas. Abandone a maldade, o ódio. Isso tudo vai levá-lo para o caminho errado. Não use tudo isso como saída de emergência!

CRISTÃO: Não estou entendendo!

DEUS: Claro que entende! Você já fez isso comigo várias vezes. Entra no erro, depois corre me pedir socorro.

CRISTÃO: Puxa, como estou envergonhado!

DEUS: Você me pede ajuda, mas logo em seguida volta a errar de novo, para mais uma vez vir fazer negócios comigo!

CRISTÃO: Estou com muita vergonha, perdoe-me Senhor!

DEUS: Claro que perdoo! Sempre perdoo a quem está disposto a perdoar também, mas não esqueça, quando me chamar, lembre-se de nossa conversa, medite cada palavra que fala! Termine sua oração.

CRISTÃO: Terminar? Há, sim, "Amém!"

DEUS: O que quer dizer amém?

CRISTÃO: Não sei. É o final da oração.

DEUS: Você só deve dizer amém quando aceita dizer tudo o que eu quero, quando concorda com minha vontade, quando segue os meus mandamentos, porque AMÉM! Quer dizer: assim seja, concordo com tudo que orei.

CRISTÃO: Senhor, obrigado por ensinar-me esta oração e agora obrigado por fazer-me entendê-la.

DEUS: Eu amo cada um dos meus filhos, amo mais ainda aqueles que querem sair do erro, quer ser livre do pecado. Abençoo-te e fica com minha paz!

CRISTÃO: Obrigado, Senhor! Estou muito feliz em saber que és meu melhor amigo.

No Amor de Cristo. Jesus!

Universalidade da Bíblia

Pb. João Placoná

 


terça-feira, 20 de outubro de 2020

Confortando a alma

 







Eu sei que a caminhada não tem sido fácil, às vezes pensamos em parar e desistir, mas o que tenho para te dizer hoje é:  "Continue".

A gente acha que não consegue atravessar o deserto da tristeza, que a tempestade nunca acaba, que a lágrima não cessa, que a dor não passa...

Mas, aí Deus vem e nos dá calma pra tristeza, ameniza a tempestade, consola a lágrima, tranquiliza o coração e pacifica o nosso ser, mesmo quando achamos que tudo é impossível.

Deus conhece bem o nosso coração, sabe até onde ele poderá aguentar, sabe até onde seus pés podem caminhar e quais pesos nossos ombros podem suportar.

 Continue mesmo sem entender o que está acontecendo, tudo é plano de Deus para que se cumpra o melhor em sua vida.

Creia, Deus vai te surpreender!

Nada de tristeza, nada de lamentação, nada de problemas... Deus te colocou de pé e te deu um dia novinho em folha, agora só depende de você fazer dele o melhor de todos!

Nenhuma felicidade é maior do que a Paz de espírito. Se tiver nos planos de Deus, vai acontecer.

Não importa o que as pessoas dizem, não importa o que o mundo pensa. NADA, absolutamente nada impede o agir de DEUS!

Nunca te arrependas de um dia de tua vida. Os bons dias te dão felicidade. Os maus te dão experiência.  Ambos são essenciais para a vida. A felicidade te faz doce.  Os problemas te mantêm forte. As penas te mantêm humano. As quedas te mantêm humilde. O bom êxito te mantém brilhante. Mas, só Deus te mantém caminhando.

Trilhe o caminho da paciência, busque a melhor resolução até nos piores momentos.

Abrace com carinho a persistência, as situações difíceis são oportunidades para crescer.

Entrega seus problemas nas mãos do Senhor Jesus, e ele cuidará de ti.

Não busque soluções para nada, sem antes orar para o Senhor, porque às vezes ele não estará no desejo do seu coração.

Portanto vigiai e orai sem cessar, só assim vencerás todos os tropeços que aparecerem em seu caminho.

Lembre-se sempre, o cair é do homem, mas o levantar é de Deus, o Senhor sustém os que vacilam e apruma todos os prostrados. Salmo 145.14 confie no Senhor em todas as situações ele estará sempre contigo!

Deus te coloca no deserto, mas não te desampara! 

Em todo momento ele está contigo, te cuidando, guardando-o, protegendo-o de todo mal.

Afinal você é filho D’Ele!

Pb. João Placoná

 

 


quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Tirinha da Bênção

 












Tirinha da Bênção

Nascemos para abençoar e ser abençoados e, como diz a música de Deborah Cristina: “Nasci pra ser abençoado e abençoado posso abençoar, aonde estender minhas mãos a benção do Senhor certamente estará. Eu creio até no impossível, pois o Deus que sirvo tudo pode fazer. Nasci pra ser abençoado, nasci pra vencer e se o mundo não te dá valor, também não considere o teu agir. Se até mesmo chamam-te de louco, não dê ouvido, siga em frente, porque tu és filho do grande Rei e alegre sempre deves tu viver”.

Há pouco tempo em nossa TV foi exibida a novela “Caminho das Índias”,  bom seria se fosse passada a novela “O Caminho que nos leva a Jesus” com 66 capítulos. Mas,  enquanto não passa e os canais de TV, com raríssimas exceções insistem em passar programas com cenas impróprias  tanto para crianças como para adultos, recheadas de cenas de sexo, violência, convite ao homossexualismo, à bebida, às drogas;  vamos nós cristãos, responsáveis em levar a Palavra de Deus a toda criatura (Mc 16.15) insistindo com nossa missão sabendo que  o mundo “lá fora” se apresenta muito mais alegre, bonito, feliz e cobiçoso.

Jesus foi claro,  “Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela”  (MT 7.13), mas, como não podia deixar de ser, disse também: “Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve” (MT 11.30) e em outra passagem encontramos:  “Não te deixarei, nem te desampararei” (HB 13.5b).

O que nos conforta é sabermos que as promessas de Deus se cumprem em nossas vidas.

Nossa intenção neste despretensioso artigo é auxiliar o leitor a percorrer um caminho que fatalmente levará à vitória. (Glórias a Deus!).

O seu trabalho – se é que podemos chamar isso de trabalho – será abrir a Bíblia Sagrada e meditar nas passagens abaixo, de preferência nessa ordem.

JOÃO  15-7

JOÃO  14.14

MATEUS  7.8

MATEUS  8.17b

SALMO  103. 3

I JOÃO   4.4

ISAÍAS  43.13

ROMANOS  8. 31b

ISAÍAS  45. 2

ROMANOS  8.37

MARCOS  9.23

MARCOS  11.24

JOÃO  10.10b

SALMO  23.1

SALMO  23.4

SALMO  34.19

LUCAS  10.19

FILIPENSES  4.13

ISAÍAS  54.17

SALMO  9.10b

HEBREUS  13.5b

EFÉSIOS  3.20

Leu com atenção? Meditou em cada passagem? Então com certeza a sua vida nunca mais será a mesma. Creio que semeamos em seu coração a Palavra de Deus que gera vida, cria a fé, produz mudanças, afugenta o diabo, realiza milagres, cura feridas, estanca a dor, edifica o caráter, transforma as circunstâncias, transmite alegria, supera a adversidade, derrota a tentação, infunde a esperança, libera  poder, limpa nossa mente, cria as coisas e nos garante um futuro eterno.

Cabe-nos por derradeiro informar que o nome “Tirinha da Bênção” não está aqui por acaso, ele é decorrente de uma Tirinha que fizemos para os irmãos que precisam conhecer a Palavra de Deus.

Seja abençoado!

Pb. João Placoná


segunda-feira, 21 de setembro de 2020

O Pastor que Fracassou

 









Um Pastor de um pequeno vilarejo, chegou à igreja animado e motivado para realizar mais um culto de noite, a hora passava e o povo não chegava.

Depois de 15 minutos de atraso entraram três crianças, depois de 20 minutos entraram dois jovens, então o Pastor resolveu começar o culto com os cincos irmãos.

Ao decorrer do culto entrou um casal que sentou nos últimos acentos da igreja.

quando o Pastor fazia a leitura da Bíblia para a pregação da noite entrou mais um Senhor meio sujo com uma corda na mão.

Mesmo desapontado sem entender o porquê do fracasso do povo, o Pastor conduziu o culto animado e pregou com dedicação e zelo.

Quando voltava para a casa foi assaltado e espancado por dois ladrões que levaram a sua pasta onde havia sua Bíblia e outros pertences de valor.

Em quanto sua esposa fazia os curativos das feridas em casa, ele descreveu aquele dia como:

- O dia mais triste da sua vida.

- O dia mais fracassado do seu ministério.

- O dia mais infrutífero da sua carreira.

Depois que passaram cinco anos, o Pastor resolve compartilhar essa história para a igreja, quanto ele terminava de contar a história um casal de grande referência naquela congregação interrompe o Pastor e diz: " Pastor aquele casal da história que sentou no fundo éramos nós. Estávamos na beira do divórcio em função de vários problemas e desentendimentos que havia no nosso lar, naquele noite decidimos pôr fim ao nosso casamento, mas primeiro decidimos entrar em uma igreja e deixarmos lá as nossas alianças e depois cada um seguir o seu caminho, mas desistimos do divórcio depois que ouvimos a pregação do Pastor naquela noite, hoje estamos aqui com o lar e a família restaurada.

Em quanto o casal falava um dos empresários bem sucedido que ajudava no sustento daquela igreja acenava pedindo oportunidade para falar e disse: "Pastor eu sou aquele senhor que entrou meio sujo com uma corda na mão. Eu estava à beira da falência, perdido nas drogas, minha esposa e meus filhos tinha ido embora de casa por conta das minhas agressões. Naquela noite eu tentei ao suicídio, só que acorda rebentou, quando ia comprar uma outra corda, vi a igreja aberta, decidi entrar mesmo sujo com a corda na mão. Naquela noite a mensagem perfurou meu coração e saí daqui com ânimo para viver, hoje estou livre das drogas, minha família voltou para casa e me tornei o maior empresário do vilarejo.

Lá na porta da entrada o diácono que fazia o protocolo gritou: " Pastor eu fui um daqueles ladrões que assaltaram o senhor, o outro morreu naquela mesma noite quando realizávamos o segundo assalto da noite. Na pasta do Pastor tinha uma Bíblia, eu passei a ler quando acordava pela manhã, depois resolvi entrar nessa igreja.

O pastor ficou em choque e começou a chorar junto com a congregação, a final aquela noite que ele considerava como uma noite de fracasso foi uma noite muito produtiva.

LICÕES DA HISTÓRIA

1- Exerça o teu chamado com dedicação e zelo independentemente do número de participante.

2- Dê o seu melhor todos os dias, pois cada dia és um instrumento para a vida de alguém.

3- Nos dias mais ruins da sua vida você ainda pode ser benção na vida de alguém.

4- O dia que você considera como o dia mais infrutífero da sua vida na terra na verdade é o dia mais produtivo no mundo espiritual.

5- Deus usa as circunstâncias ruins da vida para produzir grandes vitorias.

6- Nunca diga; hoje Deus não fez nada só pelo fato de teus olhos não verem nada.

Autor desconhecido


segunda-feira, 14 de setembro de 2020

A Sociedade mudou...

 












A Sociedade mudou...

A sociedade mudou, a tecnologia avançou, impérios ruíram e a Bíblia ainda faz sentido para nós hoje. E não só para nós brasileiros.

Em qualquer tempo, civilização ou cultura, quando as pessoas conhecem a Bíblia, vidas mudam.

Nenhum outro livro teve tão grande impacto no mundo.

Palavras tão poderosas assim não podem ser apenas invenção humana. Só podem ser de Deus.

Por isso não basta ler seu conteúdo. É preciso viver suas verdades!

A Bíblia é a Palavra de Deus. Quando você lê a Bíblia, Deus fala com você. Tudo que Deus diz

tem poder.

Se você estudar a Bíblia com atenção, deixando Deus falar a seu coração, suas palavras vão mudar sua vida.

Nos momentos de desânimo, tristeza e desespero, a Bíblia tem as palavras certas de consolo, que vão restaurar sua esperança.

A Bíblia encoraja e ajuda a superar os tempos difíceis.

Através da Bíblia, Deus dá força e ânimo.

Pr. Reinaldo Ribeiro

Pb. João Placoná


domingo, 13 de setembro de 2020

Honre um Legado

 










Pense nas pessoas que falaram à sua vida.

Naquelas pessoas que te ajudaram a criar memórias preciosas.

Naquelas pessoas que oraram por você constantemente e te encorajaram com a sabedoria delas.

Sejam elas seus avós, vizinhos, pastores, padres ou pais – vamos celebrar o legado delas hoje.

Neste momento, envie esta Imagem do Versículo a alguém que impactou a sua vida como forma de agradecimento.

Eu lembrei-me de você!

Pb. João Placoná


domingo, 6 de setembro de 2020

Como andam as suas decisões?

 


Primeiro você pensa, decide, age e depois procura Deus como um fiador de seus planos?

Se for assim, fique sabendo que está errado!

Em cada passo de sua vida você deve procurar primeiro a orientação divina e depois agir.

Faça isso e deixe de se lamentar: Por que não deu certo?

Estruturei tudo direitinho!!! Tinha certeza que daria tudo certo!!! E não deu...

Deus e sua Palavra não devem ser muletas para apoiar nossos passos, que nem sempre são os corretos, mas, a força que os comanda.

Se você estiver interessado em conhecer melhor esse estudo e outros (centenas) é só preencher a Caixa PESQUISA, que está no início, lado esquerdo e escrever o tema que procura. É fácil!

Fique com Deus!

Pb. João Placoná


sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Como estão organizados os Livros da Bíblia?

 








Introdução:

A Bíblia é o livro sagrado de todos os cristãos. É a palavra de Deus, que foi registrada por escrito para responder às grandes perguntas da humanidade e nos ensinar a viver (2 Timóteo 3:16-17).

A palavra “Bíblia” vem do grego e significa “livro”. Antes de o nome “Bíblia” se tornar comum, era conhecida como “As Sagradas Escrituras”.

 Como a Bíblia foi escrita?

A Bíblia foi escrita por inspiração de Deus (2 Timóteo 3:16). Isso significa que Deus guiou os escritores para escrever exatamente o que era preciso da maneira correta.

Os livros da Bíblia foram escritos por cerca de 40 pessoas diferentes ao longo de 1500 anos. Um leitor atento consegue notar a personalidade de cada escritor (por exemplo, Paulo é mais direto e João é mais amável) mas ao mesmo tempo há uma perfeita coerência entre todos os livros.

Isso é porque Deus é o grande Autor da Bíblia e, como Ele é muito bom com palavras, Ele usou o estilo próprio de cada escritor para transmitir de maneira perfeita a verdade ao mundo. Não há nenhum outro livro no mundo escrito como a Bíblia.

Como estão organizados os livros da Bíblia?

Os livros da Bíblia estão organizados por temas:

•       Pentateuco (Gênesis até Deuteronômio) – conhecidos também como os livros da lei, são os primeiros 5 livros da Bíblia e contam sobre as origens da humanidade e da nação de Israel. Têm os Dez Mandamentos e as leis da Velha Aliança.

•       Livros históricos (Josué até Ester) – contam os eventos da história do povo de Israel, desde sua chegada em Canaã até ser conquistado por outros povos.

•       Poesia e livros de sabedoria (Jó até Cântico dos Cânticos) – poemas de louvor a Deus, ditados e conselhos úteis.

•       Profecias (Isaías até Malaquias) – revelações que Deus deu a vários profetas sobre o futuro de Israel e seus vizinhos, a vinda de Jesus e o fim do mundo.

•       Biografias/livros históricos (Mateus até Atos) – contam sobre a vida e as obras de Jesus e o início da igreja.

•       Cartas (Romanos até Judas) – chamadas também de epístolas, são cartas que alguns dos apóstolos escreveram às igrejas para ensinar o fundamental sobre a vida com Cristo.

•       Apocalipse – um livro profético escrito pelo apóstolo João, que fala sobre a revelação de Deus sobre o fim do mundo. Termina a Bíblia com um convite para aceitar Jesus e ir para o Céu (Apocalipse 22:17).

Aí está um panorama da Bíblia Sagrada.

Só Estudos Bíblicos

Pb. João Placoná


quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Desabafo

 







Realmente, a coisa está feia!!! Infelizmente, o homem está se destruindo... 

Sabemos que em épocas passadas tivemos o dilúvio que matou todo mundo (menos 8) pela calamidade da humanidade na época; depois tivemos a destruição de Sodoma e Gomorra pela promiscuidade e corrupção do povo.

Acho que, o que estamos vivendo na atualidade está merecendo uma nova intervenção de Deus. Aliás, certos acontecimentos, Inundações, Terremotos, Covid-19, estupro com gravidez em menina de 10 anos, etc., nos dão uma ideia do que ainda virá.

A Instituição Matrimonial e Familiar está destroçada, o casamento virou piada, hoje prevalece o “FICAR” homem e mulher vivendo juntos por um tempo praticando a fornicação, sem o devido casamento. No carnaval vimos cenas deploráveis com a figura de Jesus Cristo..., zombando de Deus!

Não há respeito ao próximo, prevalece a lei de Gerson, a roubalheira e corrupção atingiu a níveis insuportáveis, a impunidade continua, o sistema político constituído está falido, o poder judiciário nem se fale, só vai pra cadeia o pobre...

A Lei permite casamento de homem com homem, mulher com mulher, verdadeiro absurdo! A mulher quer tornar-se homem, o homem quer tornar-se mulher!!!

Saudades das Igrejas Evangélicas de 20/30 anos atrás onde o “crente” era crente e ia à Igreja (Templo) para agradecer a Deus, hoje em dia a maioria vai para buscar prosperidade, riqueza, cura para todas as suas doenças e encontram, infelizmente, charlatões de plantão  - falsos profetas - que prometem e pregam o que o povo quer ouvir.

Não se prega mais sobre o Pecado, sobre o Final dos Tempos, sobre a Vida Eterna, sobre a Família, etc.

Usam Malaquias 3:8-10 para amedrontar e extorquir os fiéis. Muitos “pastores” fazem da sua função o seu ganha pão – um emprego.

Muitos estão lá para seu próprio enriquecimento enquanto muitos fiéis deixam de comprar alimentos para sua casa porque tem que sustentar a Igreja (Templo).

Enquanto isso, muitos pastores andam de carro novo, moram em mansões, filhos em bons colégios pagos, roupas de grife, etc.

A maioria das Igrejas (Templo) não possuem um trabalho de evangelização externa, ficam pescando dentro da própria Igreja (Templo). Uma verdadeira pesca de aquário.

Pastores separam-se de sua esposa já com certa idade e “casa-se” com uma novinha!!! E, o pior, continuam pregando no púlpito e dando conselho matrimonial!!!

É comum em certas Igrejas (Templo) denominadas Pentecostais os fiéis fazerem filas para receberem uma "revelação". E, o pastor que não "revelar" é porque não tem unção... 

Como dizia Raul Seixas – “Pare o mundo que eu quero descer”

Desculpem o desabafo!!!

Pb. João Placoná


sábado, 8 de agosto de 2020

Dia dos Pais


 Mensagem para aqueles que não podem dar um abraço no seu "velho".

Pai, agradeço a você por tudo que hoje sou.

Se hoje sou uma pessoa independente, de caráter e personalidade é porque me fez assim.

Só eu sei o quanto está sendo difícil essa vida sem você, sem ter o meu porto seguro, sem ter pra onde correr quando sinto medo à noite, sem ter o seu colo quentinho pra deitar e chorar quando o peito está apertado, cheio de tristezas.

Mas, o que fazer se essa tristeza toda é de saudade de você?

Sempre me deu tudo de melhor. Você foi e sempre será o melhor pai do mundo.

Quem foi que falou que aquelas mãos grandes não sabem fazer carinho se o filho chorar?

Quem foi que pensou, que aqueles pés enormes, não deslizam suaves na calada da noite, para o sono do filho velar?

Quem é que achou que no fundo do peito largo e viril não tem um coração de pudim, quando o filho ou a filha, com um sorriso largo se põe a chamar?

Quem foi este homem alegre e brincalhão, mas também, às vezes, silencioso e pensativo, homem de fé e grande luta, sensível e generoso.

Pai, paizinho, paizão... meu velho, meu grande amigão, conselheiro e leal amigo. Obrigado!

Obrigado, pai, por orientar o meu caminho, feito de lutas e incertezas, mas também de muitas esperanças e sonhos.

Até um dia, meu pai, se Deus quiser!

Pb. João Placoná


sexta-feira, 31 de julho de 2020

Sucesso no Trabalho e na Vida

A nossa vida é como se fosse uma grande empresa, a mais importante e, como tal, deve ser gerida com responsabilidade e competência para que, a cada balanço de exercício, possamos colher os resultados positivos do crescimento e da evolução.

Atualmente, não há mais lugar nas organizações para a figura limitada do profissional convencional, que não assume outros compromissos, a não ser, bater o ponto e cumprir horários e rotinas.

Normalmente é isso que acontece nos ambientes de trabalho. A maioria das pessoas cumprem as suas tarefas de forma mecânica, sem se perguntarem o que poderia ser feito para mudar e melhorar o desempenho e o resultado esperados.

É necessário que o profissional assuma um compromisso, não só com as suas tarefas, mas também com os objetivos da organização. Agir, para criar comprometimento, e acreditar, para empreender novas ideias, redundarão em ações para a otimização do desenvolvimento. É a polivalência em ação.

Essas características no profissional, além de trazerem gratificação e reconhecimento, promovem um sentimento único de prazer, pela participação direta no progresso da empresa.

Não é assim que deve ser gerida a nossa vida? Com atitude, seriedade, planejamento e determinação? Lembremos de uma frase, um tanto jocosa, porém, verdadeira: "Uns conduzem a carroça, outros a puxam; depende de nós, em que posição queremos estar".

Como uma empresa, nossa vida necessita de uma boa administração. Existe o passivo e ativo dentre eles, funções como obrigações, direitos, bens e deveres.

Se o passivo for maior que o ativo a empresa encontra-se em situação negativa, demostrada pelo patrimônio líquido que nada mais é o do que resultante da diferença entre passivo e ativo.

Não diferente de nossas vidas, pois nosso passivo representa as dificuldades e decepções já nosso ativo representa as vitórias e alegria, o patrimônio líquido simboliza uma conclusão final (de como nos saímos).

Seja o melhor administrador de uma empresa (sua vida) elabore estratégias, sensatas, para que não ocorra perigo de se obter uma situação negativa. Lembre-se, somos resultados de nossas próprias atitudes.

O sucesso de uma empresa (vida) é o resultado da dedicação e comprometimento de uma grande equipe (família).

Pb. João Placoná

 



domingo, 26 de julho de 2020

Deus está contigo














“O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas Deus vê o coração” (I Samuel 16:7).

Todos nós já conhecemos a velha história. No momento glorioso, muitos amigos; na hora da queda muitos acusadores. Nossos momentos atraem nossos julgamentos, mas Deus não é assim.

A tendência humana é parar naquilo que os olhos são capazes de enxergar. Como é bom saber que o olhar de Deus é diferente do nosso, Ele nos vê não somente a partir de nossa aparência, mas principalmente pelo que somos.

Muitas vezes, nos confundimos entre o que nós somos e o pecado que cometemos.

É comum chamar alguém que comete adultério de adúltero; chamar de ladrão quem subtrai algo que não lhe pertence etc. Perceba que, a pessoa já não mais possui identidade, ou seja, já não é chamada pelo seu nome. O nome dessa pessoa passa a ser o “nome” do seu pecado.

É triste perceber que, às vezes, esse é o nosso olhar para muitas pessoas; e, em alguns momentos, o olhar pelo qual nós mesmos somos observados, por conta de nossas falhas ou das acusações que sofremos.

Em vez de olharmos para frente, ficamos presos ao pecado, quer na condição de julgados ou de julgadores, quando deveríamos lutar contra ele.

A verdade é que há um grande oportunismo baseado no momento das pessoas. Ora o oportunismo do aplauso, ora o do apedrejamento.

Mas Deus não é assim. Ele não vê o momento. Ele não vê a aparência. E quando um coração sincero está repleto de arrependimento, Ele vê a justiça do Seu filho crucificado substituindo a condição de derrota e pecado por um estado de vitória absoluta.

Todos nós temos uma história e enquanto estamos neste mundo ela segue sendo escrita. A pena não está na língua dos homens, mas nas mãos de Deus e não importa o que o mundo diga ou pense a seu respeito, é Deus quem escreverá o final dessa história.

A tendência humana é parar naquilo que os olhos são capazes de enxergar. Como é bom saber que o olhar de Deus é diferente do nosso, Ele nos vê não somente a partir de nossa aparência, mas principalmente pelo que somos.

Confie, creia e siga firme. Deus conhece o seu coração e para Ele pouco importa o momento e a aparência!

Pr. Reinaldo Ribeiro
Pb. João Placoná


quarta-feira, 22 de julho de 2020

80 anos JIP

80 ANOS - JIP













Meus 80 anos...

Completo hoje 80 anos de vida e, neste período, se tem uma coisa que juntei foram muitas histórias para contar, muitas experiências vividas, muitas lições e muitas alegrias para poder me transformar em quem sou hoje.

Deus, na sua infinita sabedoria, deu à natureza a capacidade de desabrochar a cada nova estação e a nós capacidade de recomeçar a cada ano.

Hoje, mais uma janela se abre diante dos meus olhos, aproveito para olhar o sol e os seus lindos raios solares. Vejo somente a beleza desta data tão linda, 22 de julho, que é nada mais que o meu aniversário... 1940/2020, 80 anos!

A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos. ...

 Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida. A idade não deve ser algo para se ter vergonha, e sim algo para se celebrar!

Envelhecer é inevitável, ficar velho é opcional. Os anos passam, mas o que fica são as marcas de um tempo vivido, sentido e vencido.

Clamo ao Senhor para que eu tenha, hoje, um momento maravilhoso, juntamente com a minha família, apesar das dificuldades impostas pelo Coronavírus.

Que Deus abençoe este dia e possa me presentear com aquilo que o meu coração almeja, realizando todos os meus sonhos.

Rumo aos 90 è è è

João Placoná

sábado, 18 de julho de 2020

Código de Disciplina Cristã















Capítulo I - Dos Princípios

Art. 1º - "Ame o Senhor, seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma e de todo o seu entendimento" - Mateus 22:37.

Art. 2º - "Ame o seu próximo como você ama a si mesmo" - Mateus 22:39.

Capítulo II - Do Processo

Art. 3º - "Se o seu irmão pecar contra você, vá e repreenda-o em particular. Se ele ouvir, você ganhou o seu irmão" - Mateus 18:15.

Parágrafo único - "Se o seu irmão pecar, repreende-o; se ele se arrepender, perdoa-lhe" - Lucas 17:3.
Art. 4º - "Mas, se não ouvir, leve ainda com você uma ou duas pessoas para que, pelo depoimento de duas ou três testemunhas, toda questão seja decidida" - Mateus 18:16.

Art. 5º - "Se ele se recusar a ouvir essas pessoas, exponha o assunto à igreja; e, se recusar ouvir também a igreja, considere-o como gentio e publicano" - Mateus 18:17.

Capítulo III - Da Sentença

Art. 6º - "Quem de vocês estiver sem pecado seja o primeiro a atirar uma pedra" - João 8:7.
Parágrafo único - Não havendo alguém que se enquadre no dispositivo acima, a sentença é: "Vá e não peque mais" - João 8:11.

Capítulo IV - Disposições Complementares

Art. 7º - "Se alguém for surpreendido em alguma falta, vocês, que são espirituais, restaurem essa pessoa com espírito de brandura. E que cada um tenha cuidado para que não seja também tentado" - Gálatas 6:1.

Art. 8º - Revogam-se todos os Manuais, Códigos e Leis anteriores e posteriores.

Ass. – jesus Cristo, Nosso Senhor. 

Uriel Heckert
Pb. João Placoná

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Só de Passagem

















"Nós, porém, somos cidadãos dos céus. É de lá que ansiosamente esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo." Filipenses 3:20

Esse versículo é muito bom para lembrarmos que estamos de passagem por este mundo, e que a verdadeira vida plena e abundante da qual o Senhor nos fala, é a vida eterna.

Quando semeamos devemos pensar na colheita celestial que haverá quando estivermos junto ao Pai.

Quando praticamos nossas obras devemos esperar que o Senhor que nos vê em secreto, nos recompense, seja neste mundo ou na vida eterna.

Muitas vezes estamos com os olhos fixos nas coisas deste mundo, com os pensamentos voltados apenas para as coisas materiais.

A vida é muito curta e passageira para gastarmos tanto tempo com coisas que não poderemos levar para a eternidade.

Quanta gente acumulando tanta riqueza e ao mesmo tempo quantas pessoas vivendo na miséria total !!!

Será que pelo menos nós cristãos, poderíamos ser um pouco mais imitadores do amor de Cristo???

Pb. João Placoná

quarta-feira, 8 de julho de 2020

Meu compromisso com o Senhor
















Desde essa data eu tento na medida do possível cumprir o meu compromisso com o Senhor.
Digo, tento, porque sei que deveria fazer mais e mais...
Acesse o link que está na foto e veja o que faço.
Fique com Deus!
Pb. João Placoná


quarta-feira, 17 de junho de 2020

A Cura Interior











A cura interior é um assunto muito sério e que tem sido aplicada de muitas maneiras erradas, enquanto alguns nem sabem da sua existência e importância.

Quando falamos sobre cura interior, falamos sobre a cura da nossa ALMA…

Quando iniciamos a caminhada com Cristo o nosso espírito é vivificado pelo Espírito Santo e é curado da culpa do pecado.

Está livre para ter comunhão com Deus, mas ainda permanecem feridas em nossa alma, lembranças e traumas do tempo que vivíamos na vida de pecado…

Nós não somos o que gostaríamos de ser.

Nesse processo de cura, nós iremos descobrir várias verdades em nossas vidas que precisam ser encaradas, enfrentadas e vencidas.

Só através do agir do Espírito Santo em nós é que essas verdades são reveladas e assim podem ser vencidas. Ele pode te mostrar falhas de caráter, pessoas que você magoou, pecados encobertos e muitas outras coisas…

É necessário ser sincero consigo mesmo, conheça a verdade e a verdade te libertará!

A cura está na Palavra de Deus. Ele pode mudar tudo. Ele pode curar todas as pessoas.

Para entender mais sobre cura da alma você precisa entender que o homem é formado por corpo, alma e espírito… A chamada tricotomia*
(O homem é um ser tricótomo (1Ts 5.23; Hb 4.12). O termo tricotomia significa “aquilo que é dividido em três” ou “que se divide em três tomos”. Em relação ao homem, o termo tricotomia refere-se às três partes do seu ser: corpo, alma e espírito.)

O homem é um espírito que tem uma alma e habita num corpo…

É através do espírito que o homem tem consciência de Deus e se relaciona com Ele. Deus é Espírito e só podemos perceber Deus no nosso Espírito.

A alma é tudo que o homem é…

Sua personalidade. Seu ego. É o mundo dos pensamentos, sentimentos e decisões.

A alma está entre o espírito e o corpo. Pertence aos dois. Está ligada ao mundo espiritual através do espírito e ao mundo material através do corpo. Através da alma temos consciência de nós mesmos.

A nossa mente, vontade, emoções e corpo são a nossa alma…

E ao longo da vida, por meio de pecados, traumas entre outras coisas nós podemos ferir a nossa alma profundamente.

Jesus nos faz livres da culpa do pecado, mas não das consequências da vida de pecado e das marcas que o pecado criou em nossa alma, por isso existe um processo em que o Espírito Santo de Deus trará cura para todas essas marcas.

Caminhar com Jesus é ser curado todos os dias, é sempre se lembrar de algo que precisamos que Ele aja em nós.

Se você enfrenta problemas assim, busque através da Palavra de Deus, da oração, com jejuns, o bálsamo do Espírito Santo e a cura interior.

Você é alvo do amor Deus. Ele nos ama muito e não quer que vivamos cabisbaixos e sem nenhuma perspectiva de vitória. Olhe para frente, para o alto. Confesse seus pecados e os abandone.

Não fique comentando-os com terceiros, relembrando suas derrotas e fracassos. 

Deixe seus problemas nas mãos de Deus. Faça um concerto com Ele. E faça propósitos sérios para sua vida moral e espiritual. Você é um ser especial.

Vença a inquietação, a ansiedade, cuide bem de você mesmo. Busque a cura interior.

Oração de Cura Interior

Senhor Jesus, Vós conheceis os meus problemas, ponho-os todos diante do vosso coração de Bom Pastor.

Peço-Vos, pelos méritos daquela grande chaga aberta no vosso coração, que cureis as pequenas feridas que estão no meu.

Curai as feridas da minha memória para que nada do que me aconteceu no passado me deixe permanecer na dor, na angústia, na preocupação.

Eu oro em nome de Jesus!

Pb. João Placoná

terça-feira, 16 de junho de 2020

E se hoje fosse o último dia?













“O sol se tornará em trevas, e a lua em sangue; antes que venha o grande e terrível dia do Senhor”. (Joel 2:31)

A Bíblia descreve a volta de Jesus precedida por eventos dramáticos. O sol se tornando em trevas, e a lua, em sangue. Isto nos impressiona, de fato!

Perto do cenário apocalíptico previsto pelos profetas, os roteiros dos filmes hollywoodianos mais assustadores parecem contos infantis.

Quando as pessoas tentam imaginar a volta de Jesus, sempre pintam um quadro sombrio e tenebroso, com o “fim dos dias”. Isto causa uma associação aterrorizante.

Eu, porém, prefiro pensar diferente. Para mim, a volta de Jesus está mais para “começo” do que para “fim”.

Para aqueles que escolheram as trevas, (não aceitaram a Jesus) de fato, será o fim.

Mas para aqueles que receberam a luz do mundo, Jesus, será o princípio da vida eterna. Isto substitui o cenário de terror por um horizonte maravilhoso.

Como leitor e estudante das Escrituras, eu sei que episódios terríveis acontecerão; as estruturas do nosso planeta serão abaladas e muitas pessoas perderão suas vidas. Isso é muito sério.

No entanto, toda esta sequência de tragédias acontecerá para aqueles que negaram a Deus e rejeitaram sua graça.

Ou seja, o livre arbítrio cobrará seu preço e a justiça de Deus se manifestará, conforme a decisão tomada por cada um.

Quem tem se esforçado sinceramente para servir a Deus não será esquecido, mas aqueles que preferiram virar as costas para o evangelho também serão lembrados.

Além disso, essas calamidades revelarão a justiça de Deus a uma sociedade que desprezou o Seu amor.

O Apocalipse será a prova incontestável de que Deus nos ama e faz justiça àqueles que o servem. É por causa da fidelidade do Senhor que você e eu seremos guardados da grande tribulação, se tivermos uma fé não fingida e se perseverarmos na verdade até o fim.

Atualmente há muita discussão se estamos no tempo do fim. Eu recebo muitas mensagens me perguntando o que eu penso a respeito. Digo sempre que essa não é a resposta mais importante agora. Não devemos temer os últimos dias.

Se você estiver seguro em Deus, não há nada a temer. Há, sim, motivo de sobra para comemorar! Quanto mais perto estiver o fim de todas as coisas, mais perto estará o Senhor de nos resgatar para Ele.

Portanto, não sei se o fim será hoje ou amanhã, mas sei que o céu é o nosso próximo destino e a pergunta mais importante é se eu já estou pronto para partir.

Há uma linda palavra que o Senhor nos deixou e que se mostra oportuna neste momento: “E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos”. (Mateus 28:20)

A única coisa que você precisa e deve saber para lidar bem com os dias de tribulação é que Jesus estará ao seu lado e isto significa que não precisará de mais nada!

Então, se o fim do mundo for hoje, será o melhor dia das nossas vidas!

Há uma expressão bíblica de origem aramaica que deveria estar sempre em nossos lábios: “Maranata”. Que, na tradução para a língua portuguesa, significa "vem, Senhor" ou "nosso Senhor vem".

Se hoje ou se amanhã, Deus o sabe, mas que assim o seja, em nome de Jesus Cristo!

Pr. Reinaldo Ribeiro
Pb. João Placoná