domingo, 27 de novembro de 2016

Dons e Talentos dados por Deus

dons e talentos

"Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Se alguém tem o dom de profetizar, use-o na proporção da sua fé." (Romanos 12:6)

Jesus contou a história de um homem rico que estava partindo para uma longa viagem. Ele chamou os seus servos e entregou a cada um uma soma em dinheiro. O homem "a um deu cinco talentos, a outro dois, e a outro um; a cada um de acordo com a sua capacidade. Em seguida partiu de viagem." (Mateus 25:15).

Na sua ausência, um servo investiu sabiamente e transformou os cinco talentos em dez. O outro de seus dois talentos multiplicou-os para quatro. E o último levou seu único talento e enterrou-o no chão.

Aqui está o que precisamos lembrar: Deus é aquele que distribui tudo. Algumas pessoas vivem vidas longas, outras vivem vidas curtas. Algumas pessoas gozam de muita saúde, outras têm problemas de saúde. Algumas pessoas possuem grandes talentos, outras somente alguns. Mas lidamos com o que nos é dado.

Às vezes pensamos: eu queria ser tão bonita quanto aquela mulher. Ou: quero ser tão inteligente como ele. Ou: gostaria de ser tão talentoso como aquela pessoa. Você tem o que Deus lhe deu. Então, valorize, use e cultive isso.

Tenho visto pessoas com pouca capacidade para realizar um árduo trabalho, porém são diligentes e tornam-se muito bem sucedidas na vida.

Tenho também visto outros que tinham imenso talento, habilidade e recursos financeiros, e acabaram jogando tudo fora.

Portanto, devemos honrar e sabiamente utilizar aquilo que Deus nos deu.
A todos nós foram dados dons e talentos espirituais quando colocamos nossa fé em Cristo.

Mas, qual é a diferença entre um talento e um dom espiritual?

Há semelhanças e diferenças entre talentos e dons espirituais. Os dois são dádivas divinas. Os dois crescem em efetividade com o uso.

Os dois são para ser usados a favor de outras pessoas, não para propósitos egoístas. 1 Coríntios 12:7 diz que os dons espirituais são dados para beneficiar outras pessoas..., não a nós mesmos.

Como os dois maiores mandamentos são para amar a Deus e a outras pessoas, dá-se a entender que talentos devem ser usados para esse propósito. No entanto, talentos e dons espirituais diferem em para quem são dados e quando.

Uma pessoa (independente de sua crença em Deus e Cristo) recebe talento natural como resultado de uma combinação da genética (alguns têm a habilidade natural para música, arte ou matemática) e ambiente (crescendo em uma família musical vai ajudar o desenvolvimento do talento em música), ou simplesmente porque Deus quis favorecer certas pessoas com certos talentos (por exemplo, Bezalel em Êxodo 31:1-6).

Os dons espirituais são dados aos cristãos pelo Espírito Santo (Romanos 12:3,6) no mesmo tempo em que colocam sua fé em Cristo para obter perdão de seus pecados. Naquele momento, o Espírito Santo dá ao novo crente o(s) dom(ns) espirituais que deseja que aquele crente tenha (1 Coríntios 12:11).

Há três listas principais de dons espirituais...
Romanos 12:3-8 nos dá uma lista de dons espirituais: profecia, ministério de servir (em um sentido geral), ensinar, exortar, generosidade, liderança e mostrando misericórdia.

1 Coríntios 12:8-11 faz uma lista dos dons como sendo a palavra da sabedoria (habilidade de comunicar sabedoria espiritual), a palavra do conhecimento (habilidade de comunicar verdade prática), fé (confiança incomum em Deus), operações de milagres, profecia, discernimento de espíritos, línguas (habilidade de falar em uma língua que tal pessoa nunca estudou) e interpretação das línguas.

A terceira lista é encontrada em Efésios 4:10-12, a qual fala de Deus dando à Sua igreja apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres.

Também há a pergunta de quantos dons espirituais existem, já que nenhuma lista é igual a outra. Também é possível que essas listas não sejam completas, que talvez existam dons espirituais adicionais aos que a Bíblia menciona.
O que frequentemente acontece é que alguém desenvolve seus talentos e depois direciona sua profissão ou hobby de acordo com esses talentos, os dons espirituais foram dados pelo Espírito Santo para a edificação da igreja de Cristo.

Com isso, todos os cristãos devem ser ativos em fazer a sua parte na propagação do evangelho de Cristo.

Todos são chamados e equipados para serem envolvidos no "desempenho do seu serviço" (Efésios 4:12).

Todos são dotados para que possam contribuir à causa de Cristo como uma forma de mostrar gratidão por tudo o que Ele tem feito.

Ao fazerem isso, também acharão satisfação na vida através do seu trabalho para Cristo. Os líderes da igreja têm o trabalho de ajudar a edificar os santos para que sejam mais bem equipados para o ministério ao qual Deus os tem chamado.

O que se espera receber dos dons espirituais é que a igreja como um todo possa crescer, assim como ser fortificada e unificada, pelo que cada membro oferece ao Corpo de Cristo.
Para resumir as diferenças entre dons espirituais e talentos:

(1) Um talento é um resultado de genética e/ou treinamento, enquanto que um dom espiritual é o resultado do poder do Espírito Santo.

(2) Qualquer pessoa, cristã ou não, pode possuir certo talento enquanto que apenas os cristãos possuem dons espirituais.

(3) Embora ambos os talentos e dons espirituais devam ser usados para a glória de Deus e para ministrar uns aos outros, os dons espirituais se focalizam nesses serviços apenas, enquanto que os talentos podem ser usados para objetivos completamente não espirituais.

Portanto, alegre-se e contente-se com os talentos que Deus lhe deu, cultive-os e use-os com amor, devoção, caráter e obediência à Palavra.

Pr. Reinaldo Ribeiro

Gotquestions.org/Português

Pb. João Placoná